Amamentação e seu preparo

Amamentação e seu preparo

Amamentação e seu preparo
Gestar uma criança é sinônimo de vida, alegria e felicidade, mas, também, de ansiedade em alguns momentos que, naturalmente, toda mamãe passa. São nove meses aguardando para conhecer o rostinho do seu bebê, cuidar, abraçar e acarinhar, e nesse período de espera, comprar roupinhas, ajeitar o quarto, pensar no enxoval, no chá de bebê. Mas, todos esses cuidados são tão importante quanto, ainda na gravidez, se preparar para a amamentação.

Amamentar, apesar de ser um ato natural, na atualidade, requer alguns cuidados e conhecimentos que garantam uma maior tranquilidade a mãe durante a amamentação, pois diz respeito ao conforto e a saúde, tanto do bebê como da mamãe. O ato de amamentar é único e envolve sentimentos como o amar, cuidar e também proteger o bebê. Assim, o preparo para a amamentação deve começar após o sexto mês de gestação, e abrange tanto a parte psicológica como a física da gestante.

Preparo físico e psicológico

Se preparar fisicamente é relativamente fácil. É importante seguir uma rotina de exercícios, acompanhada por um profissional da área, e também ter cuidados com a alimentação, a estética e o vestuário, itens relacionados com o bem estar da gestante.

Quanto ao preparo psicológico, a mãe deve se sentir livre para ler, estudar, entender e compreender o assunto, conhecer seu corpo, seus limites, suas necessidades e buscar, se sentir necessidade, apoio profissional.

Por sua vez, o preparo psicológico e físico da gestante, para a amamentação, deve se complementar para que, no pós-parto, tudo ocorra com tranquilidade, conforto e, sobretudo, respeito ao momento do bebê e da mãe, independentemente do tipo de parto, e outras ocorrências.

Os cuidados com a mama (ver texto sobre preparo com a mama no site da Gestass), deve acontecer, como dito antes, a partir do sexto mês, e faz parte de um preparo físico. Mas, sem sobra de dúvida, também envolve o psicológico, pois a mulher sofre toda uma alteração em sua aparência, inclusive com o amento da mama.

Nesses dois tipos de preparos, a busca por informações que podem, hoje em dia, nortear a gestante, é vasta. Desde os sites sobre o assunto, até a ajuda de profissionais especializados em cuidados para gestantes, uma possibilidade atual, que tem atraído muitas mulheres que veem, nessa possibilidade, conforto e segurança na hora do trato com a sua gestação e com o bebê.

Se informar é importante, mas, leve em consideração a quantidade de informações sobre o tema, pois muitas vezes geram confusão e mais ansiedade.

Todas as mães só saberão quais decisões devem tomar e quando tomar, quando passam pela situação. Afinal de contas, cada gestação é única, cada pessoa é única, e cada amamentação é única.

Algumas dicas importantes:

  • Em primeiro lugar, lembrar e pensar nos benefícios do aleitamento materno para a mãe e para o bebê;

  • Ler apenas conteúdos sobre o assunto em locais de credibilidade;

  • Investir em material e produtos apenas durante as necessidades, e com cuidado, pois hoje em dia existem produtos muito simples que dão mais resultado do que os que mais investem em propaganda de facilidades;

  • Não esquecer de que o corpo é o reflexo da mente; assim, a paciência e a calma durante o período de amamentação – principalmente no início, quando tudo é novo -, devem ser prioridades;

  • Não tenha medo ou vergonha de pedir;

  • Por fim, ser mãe, ser mulher, é ser guerreira. Todas as mães descobrem que o amor ao filho supera todas as barreiras, e amamentar se tornará um ato prazeroso, que se refletirá no futuro, transformando-se em coisas boas para os dois, um vínculo eterno.


  • Rodape

    Copyright © 2013 Gestass Assessoria. Todos os direitos reservados.
    Tel:(73) 99143-8307